<- para casa

WASHINGTON, DC

   

Palco das grandes decisões políticas, econômicas e militares do planeta, a capital dos Estados Unidos apresenta uma sucessão de agradáveis surpresas para quem viaja a negócios ou simplesmente para turismo

Washington, DC foge completamente do estereótipo de uma capital imaginada para o mais poderoso país do mundo. Tirando o sobrevoo constante de helicópteros sobre a cidade e os grandes comboios de carros oficiais escoltados por seguranças e tropas policiais que vez ou outra interrompem o trânsito, nem parece que estamos no principal centro do poder político, econômico e militar do planeta. A capital dos Estados Unidos transborda energia e apresenta ampla variedade cultural que atrai turistas do mundo inteiro.

A generosa oferta cultural e de entretenimento é expressa em centenas de locais de visitação (pagas ou gratuitas), entre museus, galerias de arte e bairros que se caracterizam pela agitação musical e ótimas opções gastronômicas, como Georgetown, Old Town Alexandria, Adams-Morgan e Dupont Circle.

Tamanha ebulição está concentrada em um pequeno espaço, o Distrito de Columbia, que tem pouco mais de 600 mil habitantes, que ocupam 174 mil metros quadrados de área cedida pelo Estado de Maryland. Já a área metropolitana tem 5,5 milhões de pessoas, incluindo o Distrito Federal.

O agradável cenário urbano de Washington, DC tem sido muito bem aproveitado por Hollywood. Basta ver o grande número de filmes de sucesso que têm a cidade como pano de fundo. Além do clima de poder, o que deve ter atraído os produtores foram justamente as largas avenidas, ruas, jardins, restaurantes, museus e galerias sempre à disposição dos visitantes.

Apesar de receber diplomatas e delegações internacionais, dia sim e outro também, o destino oferece um conjunto de atividades capaz de agradar todos os gostos. E, o melhor, a grande maioria gratuita. E como muitas atrações e monumentos estão concentrados em uma única região, não é preciso utilizar o transporte público – embora o sistema seja muito eficiente. Transitar pela cidade é muito fácil usando transporte público, andando a pé ou pedalando uma bike, que pode ser alugada em cerca de 160 estações da Capital Bikeshare, chega-se aos principais pontos de interesse. A cidade é bem plana e tem mais de 80 quilômetros de ciclovias.

Você vai se surpreender com a versatilidade de Washington, DC. Seja curtindo as atrações e passeios como Georgetown e Old Town Alexandria; seja fazendo compras nos muitos shoppings e outlets; ou se deliciando nos ótimos restaurantes que representam uma infinidade de cozinhas do mundo.

National Mall - Monumentos e Museus

A oferta cultural na capital americana está totalmente fora dos padrões normais. O Distrito de Columbia concentra mais de 70 museus da mais elevada qualidade e conteúdo. E tem de tudo um pouco, de história a tecnologia, das indústrias às artes.

E o ponto de partida para as descobertas é o National Mall, um monumental eixo com uma bela esplanada com mais de 1,2 milhão de metros quadrados, onde estão os principais monumentos, memoriais e museus da cidade. A grande área do parque abrange desde o Capitólio até o Monumento a Washington, entre as avenidas Independência e da Constituição. Lá estão também o Lincoln Memorial, Franklin Delano Roosevelt Memorial, Memorial dos Veteranos da Guerra da Coreia, Martin Luther King Memorial, Thomas Jefferson Memorial, Memorial dos Veteranos da Guerra do Vietnã e Memorial da Segunda Guerra Mundial, além dos museus do complexo Smithsonian - National Air and Space, Museu Nacional de Arte Africana, Museu Nacional do Índio Americano, Museu Nacional de História Americana, Museu Nacional de História Natural, Museu Hirshhorn e Jardim das Esculturas, Galeria Nacional de Arte, Galeria Renwick e o Jardim Botânico.

Em uma das extremidades do National Mall está o Capitólio, o conhecido prédio do Congresso dos EUA. Ele marca a paisagem da cidade por causa do seu imponente Domo e pode ser visitado diariamente em tours oficiais de 45 minutos cada. Como a procura é grande, as visitas devem ser agendadas antecipadamente diretamente no site oficial - visitthecapitol.gov . O tour não inclui acesso aos salões da Câmara e do Senado. O prédio da Suprema Corte fica nos fundos e também pode ser visitado.

Na sequência, aproveite a passagem subterrânea que leva até a Biblioteca do Congresso, que reúne o maior acervo do mundo com mais de 158 milhões de exemplares. Entre tantas preciosidades estão as bíblias de Gutenberg e a Gigante de Mainz, o primeiro mapa a citar a América e a coleção original de Thomas Jefferson. O prédio em estilo renascentista impressiona. São muitos os salões, mas não deixe de conhecer a sala de leitura. Gigantesca, ela tem um domo de 48 metros de altura com colunas e estátuas em toda volta.

Na outra extremidade está o Lincoln Memorial. Erguido em homenagem ao ex-presidente dos EUA, foi construído em mármore branco e tem 36 colunas romanas ladeando a estátua de Abrahan Lincoln, o décimo sexto presidente americano que colocou fim à guerra de Secessão. Com quase seis metros de altura e 175 toneladas, atrai milhares de visitantes diariamente. Inaugurado em 1922, lembra muito um templo grego. Foi lá que, em 1963, Martin Luther King proferiu o histórico discurso “I have a Dream”. À noite, a iluminação especial deixa o local ainda mais bonito. Do lado de fora, um grande calçadão com vista para o espelho d’água reúne turistas e famílias, principalmente no verão. Mais ou menos no centro está o Monumento a Washington, obelisco que homenageia o primeiro presidente do país é um dos símbolos da capital dos EUA. Tem 169,3 metros de altura e no seu interior funciona um museu que conta a história da sua construção, que começou em 1848. A visitação acontece diariamente das 9h às 17h. No verão, o horário se estende até as 22h. A entrada é franca.

Entre os museus, destaque para os 19 que integram o complexo do Instituto Smithsonian, o maior do gênero no mundo. Grande parte deles estão ao longo do National Mall. O movimento começou com o cientista britânico James Smithson, que jamais visitou os EUA. Ele deixou uma milionária herança para seu filho para ser utilizada em uma instituição denominada Smithsonian, dedicada à busca do saber e ampliação dos conhecimentos.

Como dá para perceber é necessário muito tempo para visitar e conhecer todos os museus. Assim, eleja os que mais lhe interessam e aproveite. A seguir, sugiro três interessantíssimas opções: Museu Nacional do Ar e do Espaço (National Air and Space Museum) - Maior museu aeroespacial do mundo, recebe anualmente cerca de 10 milhões de visitantes. Possui o maior acervo de aeronaves e naves espaciais com muitas delas penduradas no teto. Entre as estrelas do lugar despontam o Spirit de Saint Louis, de Lindenbergh, o Flyer, dos irmãos Wright, e um módulo lunar do programa Apollo. Há, também, sondas, foguetes, satélites, meteoritos e até um pedaço de rocha lunar que pode ser tocada pelos visitantes. Museu Nacional de Arte Africana (National Museum of African Art) – Localizado no jardim do Castelo Smithsonian, reúne o maior acervo dos EUA sobre a arte africana. Entre os muitos artefatos em exposição estão vestimentas, joias, máscaras, esculturas e pinturas de todas as partes da África. National Gallery of Art – Imperdível para os amantes das artes. Seu acervo não fica devendo nada ao famoso Metropolitan, de Nova York. Em suas galerias estão obras de Van Gogh, Salvador Dalí, Cézanne, Gauguin, Monet, Manet, entre outros mestres.

Casa Branca, cemitério, notícias e espionagem

Fora dos limites do National Mall estão uma infinidade de outras atrações. A principal delas, claro, é a Casa Branca – o centro do poder do mundo e casa do presidente americano. Como não poderia ser diferente, é um dos locais mais visitados pelos turistas em Washington, DC.

Ruas e praças no entorno estão fechadas aos carros por questões de segurança, mas a pé ou de bicicleta dá para chegar bem próximo das grades que cercam a residência. Atualmente as visitas ao seu interior estão suspensas, embora no passado esses tours eram comuns. Mas há um centro de visitantes com uma exposição que conta a história da icônica White House. Entre elas a do incêndio no século 19, que atingiu o prédio. Foi reformada e ganhou pintura branca para esconder os efeitos das chamas. A partir daí o antigo Palácio Presidencial mudou de nome.

Localizado em Arlington, vizinho aos prédios do Pentágono, o Cemitério Nacional de Arlington tem mais de 300 mil militares (a maioria ex-combatentes) e seus familiares enterrados no local. O túmulo mais visitado é o do presidente americano John Kennedy. Destaque também para o mausoléu do Soldado Desconhecido, onde estão os restos mortais de três soldados não identificados e que participaram da I Guerra Mundial, Guerra da Coreia e II Guerra Mundial. Vale à pena assistir a troca dos guardas que garantem a segurança do local que acontece diariamente de hora em hora. O acesso ao local é através da Arlington Memorial Bridge, ponte que separa o Distrito Federal do estado da Virginia. Entre os museus não gratuitos há um dedicado à espionagem e um à imprensa. O Museu da Espionagem (Spy Museum) mostra as engrenagens da espionagem através dos tempos. Em seu acervo estão objetos utilizados por espiões do mundo real e da ficção, como câmeras, armas e até um carro utilizado pelo agente secreto 007, Também revela interessantes segredos da CIA, KGB, FBI e outros do mesmo naipe. É bem curioso.

No Newseum os fatos mais relevantes para os EUA e para o mundo estão apresentados através de notícias mostradas de maneira interativa em seus sete andares. Presta importante homenagem à liberdade de imprensa. Logo à entrada estão fotografias que receberam o prêmio Pulitzer. Os visitantes também encontrarão restos do World Trade Center, pedaços do muro de Berlim, 35 mil capas de jornais de cinco séculos, equipamentos usados por jornalistas e até um estúdio de TV. Oferece mostras permanentes e outras especiais. Há tanta coisa para ver que o ingresso vale para dois dias.

Arte ao ar livre e distritos históricos

O giro pela capital do país mais poderoso do mundo reserva muitas outras possibilidades.

Tudo depende do tempo disponível e também da época do ano. Nos dias mais quentes vale muito à pena conhecer o Jardim das Esculturas e curtir despreocupadamente as obras de arte ao ar livre. Ele não é muito grande, mas oferece tudo o que se espera de um espaço público.

Tem um coreto onde músicos tocam jazz para o deleite dos visitantes, que se esparramam pelos gramados em alegres piqueniques regados a sangria. Crianças e adultos aproveitam o chafariz para se refrescar no calor. Alheios a tudo isso, casais de namorados trocam juras de amor sob as lindas cerejeiras floridas. Uma festa!

Outra agradável opção é o Rock Creek Park, um parque nacional localizado bem no meio da cidade com mais de 50 quilômetros de trilhas para caminhadas, planetário, campo de golfe, passeios a cavalo, playgrounds e um centro de passeios de barco que oferece aulas e aluguel de canoa, caiaque e veleiros pequenos.

O distrito histórico de Georgetown parece que parou no tempo. Um charme as suas ruas de paralelepípedos, casas com tijolos aparentes e postes enfeitados com floreiras. O lugar tem bons restaurantes e interessantes opções para as compras. O Waterfront Park é uma área muito agradável e bastante procurada pelos praticantes de stand up paddle e canoagem. Uma pequena loja vende os cupcakes que são considerados os melhores do mundo. E realmente devem ser, pois não há um dia em que filas não se formem no local.

Em Old Town Alexandria – local de nascimento de George Washington – o cenário é igualmente encantador. Esse distrito histórico também tem prédios de tijolos aparentes dos séculos 18 e 19 e é muito procurado por causa dos diversos e bons restaurantes situados em uma mesma rua.

Gastronomia Surpreende

A capital norte-americana abriga mais de 170 embaixadas, consulados e representações internacionais. Também recebe muitos visitantes em viagens de negócios. Esses são motivos mais que suficientes para a cidade ser um importante polo gastronômico com culinária de todos os continentes.

São tantos e bons restaurantes que Washingtom, DC foi nomeada “Hottest Food City” pelo Zagat.com e a “Melhor Cidade com Restaurantes” pela revista Bon Appetit. A gastronomia da cidade está tão em alta que no final de 2016 ganhou o seu próprio Guia Michelin com 12 restaurantes, sendo três deles com duas estrelas.

Amantes da boa gastronomia vão se sentir no paraíso. Bons restaurantes das mais variadas especialidades estão nas principais regiões da cidade, com destaque para Downtown, Dupont Circle, Adam’s Morgan. Outra opção interessante é o bairro Shaw, onde estão casas interessantes, além do lendário Howard Theater. Banhada pelo Rio Potomac, o destino oferece também o National Harbor, um agradável espaço ao ar livre com dezenas de opções de restaurantes. Do píer ao lado partem barcos para passeios pelo rio que oferecem refeições a bordo.

Qual Viagem testou e recomenda os seguintes restaurantes na capital norte-americana:

Jaleo – Localizado em um dos principais polos gastronômicos da cidade, a região do Penn Quarter/Chinatown, oferece, entre outras opções do cardápio, deliciosas tapas espanholas preparadas com diferentes ingredientes, além de pratos tradicionais e opções vegetarianas e sem glúten. E, claro, vinhos espanhóis e sangrias espumantes. Comandado pelo aclamado chef José Andrés, tem atmosfera moderna e contemporânea. O ambiente refinado na medida certa apresenta curiosidades como mesas de pebolim transformadas em mesas para as refeições.
Endereço: 480 7th St NW, Washington – tel. (202) 628-7949
Horário: segunda, das 11h30 às 22h; terça a quinta, das 11h30 às 23h; sexta, das 11h30 à meia noite; sábado, das 11h à meia noite; domingo, das 11h à 22h.
Informações: jaleo.com/dc

Del Frisco’s Double Eagle Steak House – Sofisticado restaurante localizado próximo ao Centro de Convenções de Washington, DC, no centro, tem uma cozinha impecável, ousada e deliciosa. Oferece uma extensa e premiada carta de vinhos com mais de 1,5 mil rótulos, além de boas opções de cervejas. O serviço é primoroso e a decoração tem obras de arte contemporâneas. As carnes com opções de cortes e acompanhamentos são destaque do variado cardápio. O wagyu é de longe o melhor. Mas há, também, peixes e frutos do mar frescos. São 400 lugares divididos em três andares que incluem dois bares, um salão, a adega, salas para jantares privados e um pitoresco pátio.
Endereço: 950 I St NW, Washington, DC – tel. (202) 289-0201
Horário: diariamente das 11h às 23h.
Informações: delfriscos.com

Del Frisco Grille – No coração da capital dos EUA, entre a Casa Branca e o Capitólio, apresenta a nova cozinha americana e deliciosos coquetéis artesanais. As carnes são o ponto alto do cardápio. O interior tem uma vistosa parede de vinhos com mais de 5 mil garrafas, acessórios de metal bruto e elementos de iluminação projetados para imitar as avenidas. Para os dias quentes dispõe de um pátio externo com cem lugares.
Endereço: 1201 Pennsylvania Ave NW, Washington, DC – tel. (202) 450-4686.
Horário: segunda a sexta, das 11h às 22h; sábado, das 16h às 22h; domingo, das 16h às 21h.
Informações: delfriscosgrille.com/washington-dc

Fig & Olive – O restaurante espaçoso e muito bem decorado captura a essência da Riviera Francesa e sua gastronomia mediterrânea. Ideal para encontros informais ou elegantes, dispõe de um amplo salão, bar e estação de crostini, área de jantar formal de nível superior, um bar íntimo e uma sala de jantar privada. Há, ainda, o terraço Alfresco, aberto aos clientes durante a primavera e o verão. Abre para o almoço de segunda a sexta-feira, das 11h às 16h; e brunch aos sábados e domingos. O restaurante fica na Penn Quarter, um lugar com várias lojas de luxo.
Endereço: 934 Palmer Alley – NW, Washington, DC – tel. (202) 517-6435
Horário: domingo a quarta, das 11h às 22h; quinta, das 11h às 22h30; sexta e sábado, das 11h às 23h.
Informações: figandolive.com

Black Jack – Bar em estilo rústico localizado no primeiro andar de um antigo prédio onde está o restaurante Pearl Dive Oyster Palace. Embora a iluminação seja mínima, tem cardápio com uma grande variedade de bebidas, snacks, pizzas e muitos outros pratos. Experimente a seleção de ostras e o camarão grelhado picante. Para acompanhar, cervejas locais como a The Monkey Hefeweiser – Laurel MD e a Right Proper Diamonds Furcoat Champagne. O serviço é rápido e os atendentes são atenciosos. Nos fundos está um outro bar, o Tilt Side Bar. Muito concorrido durantes as happy hour. Endereço: 1612 14th St – NW, Washington – tels. (202) 319-1612 e 986-5225. Horário: terça, das 18h à 0h30; sexta, das 17h às 1h30; sábado, das 15h à 1h30. Happy hour das 15 às 17h. Informações: blackjackdc.com

Para quando você for à Washington, DC

Fundada em 1790, por George Washington, a cidade localizada na Costa Leste foi planejada para ser segura e eficiente. Seu nome presta homenagem ao primeiro presidente dos EUA. Não confundir com o estado de Washington, localizado na região Noroeste do país, próximo a Oregon e Montana.

IDIOMA
Inglês

MOEDA
Dólar (US$)

FUSO HORÁRIO
Menos duas horas em relação ao horário de Brasília

VISTO
É necessário para os brasileiros

SAÚDE
Nenhuma vacina é exigida de cidadãos brasileiros para entrar nos EUA.

CLIMA

A melhor época para visitar a cidade é entre os meses de março a novembro. O inverno (dezembro a fevereiro) é bastante rigoroso e nevascas são frequentes.

CONSULADO DOS ESTADOS UNIDOS EM SÃO PAULO Rua Henri Dunant, 500 - Chácara Santo Antônio - São Paulo (SP). Tel. (11) 3250-5000. Informações: br.usembassy.gov/pt

CONSULADO DO BRASIL EM WASHINGTON
3006 Massachusetts Ave NW, Washington, DC - Telefone: +1 202-238-2700

TRANSPORTES

O metrô atende grande parte da cidade e chega até as proximidades de boa parte dos atrativos. Construídas para funcionar como bunkers – abrigos para manter pessoas à salvo de bombardeios ou desastres na superfície -, são muito profundas e as escadas rolantes são imensas. Tão altas que alguns usuários preferem subir ou descer sentados nos degraus. O valor dos bilhetes é calculado com base na distância percorrida em cada viagem e se realizada em horário de pico ou não. Necessário adquirir o cartão SmarTrip. As estações fecham à meia noite.

COMO CHEGAR

O principal aeroporto da cidade, o Washington Dulles International (IAD) conta com ligações diretas a partir de São Paulo e do Rio de Janeiro através da United Airlines (united.com/ual/pt/br).

ONDE FICAR

São muitas e variadas as opções de hospedagem Em Washington, DC, Qual Viagem utilizou e aprovou o Kimpton Mason & Rook Hotel. Considerado o “Melhor Hotel de Washington, DC” em 2017 pelo U.S. News & World Report, está situado em uma agradável rua arborizada, a poucos passos da movimentada 14th St NW, repleta de bares, galerias e restaurantes. Hotel boutique, apresenta decoração elegante e atmosfera caseira, onde a sensação dos hóspedes é de estar na casa de um amigo. Instalado em um antigo prédio de apartamentos, dispõe de 178 quartos espaçosos – os maiores da cidade – equipados com camas confortáveis, mesas enormes e televisores de 65 polegadas, além de banheiros em mármore com banheiras e box de vidro com duchas. Há, ainda, 18 suítes dotadas de sala de estar, grandes janelas e um quarto privado. Um inovador bar para drinques e coquetéis, o Radiador, e o Rooftop Bar - um oásis sazonal no último piso - completam a infraestrutura do local. Tudo com a eficiência, profissionalismo e elevado padrão de serviços da marca Kimpton.
Endereço: 1430 Rhode Island Ave NW, Washington, DC
Informações: masonandrookhotel.com

ONDE COMER E BEBER

BLACK JACK – blackjackdc.com
DEL FRISCO GRILLE – delfriscosgrille.com/washington-dc
DEL FRISCO’S DOUBLE EAGLE STEAKHOUSE – delfriscos.com
FIG & OLIVE – figandolive.com
JALEO – jaleo.com/dc

COMPRAS
São muitas as opções em Washington, DC. Além de Georgetown e Old Town Alexandria, a cidade oferece shoppings e outlets como o Tanger Outlet, o Potomac Mills, o Tysons Corner Center, o Fashion Center at Pentagon City, o Westfield Montgomery, o Leesburg Corner Premium Outlets, o Arundel Mills Mall, o Queenstown Premium Outlets e o Hagerstown Premium Outlets.

PACOTES TURÍSTICOS ABREUTUR – abreutur.com.br
FLOT – flot.com.br
FLYTOUR – flytour.com.br
LATAM – latam.com

SUBMARINO VIAGENS – submarinoviagens.com.br

INFORMAÇÕES TURÍSTICAS washington.org
dc.gov